Regresso à escola em tempos de Covid´19

Olá a todos, sinto que tem todo o sentido falar convosco de como está a ser este regresso à escola em tempos de Covid´19.

Quem nos tem acompanhado, sabe que a Leonor está a frequentar o ensino Pré-Primário numa escola pública, por isso, retomou as idas à escola esta segunda-feira dia 01 de Junho.

Eu para vos ser sincera não estava nem estou alarmada com este regresso. Não por ser inconsciente, não por não me preocupar… mas sim, por aceitar que é algo que terá de acontecer, se não fosse agora, seria no máximo daqui a uma semana ou duas, porque não posso ficar sem trabalhar eternamente.

Mentalizei-me disso, e acima de tudo ganhei consciência de que este vírus não actua da mesma forma em crianças e adultos, sendo que nas crianças são poucos os casos considerados graves. Agora vocês dizem-me “São poucos os casos graves, mas na verdade por muitos poucos que sejam…eles existem”. Sim, é verdade. Mas acho que não podemos deixar de viver, esta foi sempre a minha postura sobre o tema Covid´19.

Estive praticamente 3 meses fechada em casa (eu e a minha família), e tenho dentro da medida do possível contribuído para o bem estar da sociedade com essa minha responsabilidade e isolamento social. Neste momento resta-me continuar a ser consciente, e tentar na medida do possível, que a Leonor com apenas 4 anos seja consciente no que trata ao distanciamento social e higienização contínua das mãos…e o que tiver de ser, será!

Retomando o assunto que me trouxe a este post… sobre o Regresso à escola em tempos de Covid´19… na sexta-feira passada, a educadora da Leonor enviou a todos os pais dos meninos que voltaram à escola (voltaram apenas 9), uma lista com as novas normas. São elas as seguintes:

  • Os alunos terão de deixar uns sapatos na escola, e sempre que chegam à escola devem calçar aqueles sapatos mesmo no portão, sendo que no momento da saída tornam a calçar os sapatos com que vieram de casa.

(estes sapatos que ficam na escola são desinfectados todos os dias após serem utilizados. E os sapatos que a crança tira mal chega ao portão da escola, ficam fechados numa caixa devidamente identificada);

  • O outro momento super importante, passa pela desinfecção das mãos assim que a criança entra na escola, e por diversas vezes ao longo do dia (os encarregados de Educação NÃO PODEM entrar na escola);
  • A escola tem ensino pré- primário e primário, e neste momento estão a frequentar a escola apenas os alunos do ensino pré-primário (neste caso, de uma turma de 25 alunos da pré, apenas 9 voltaram à escola);
  • As crianças foram colocadas numa sala de 1º ciclo, visto ser de maior área que a sala da pré-primária;
  • Cada criança terá a sua mesa de trabalho, onde estará sentada sozinha, assim como no refeitório, cada criança está na sua mesa na hora da refeição;
  • Sempre que as condições ambientais o permitirem as crianças irão estar no exterior;
  • Os encarregados de Educação têm que ter a responsabilidade de tentar que os filhos compreendam a importância de respeitar o distanciamento social;
  • A criança não pode levar para a escola nada para além da roupa que leva vestida e uma garrafa de água por dia, para no final do dia ser jogada para o lixo; (ou seja, nada de levar mochilas, brinquedos ou outros objectos desnecessários);
  • A escola adquiriu material de trabalho novo para os alunos poderem utilizar na elaboração dos trabalhos escolares;

Este post ficou um pouco extenso, peço desculpa, mas assim consegui elucidar-vos das medidas que estão a ser implementadas, e que de certo modo me deixam minimamente tranquila.

E por aí? Como se sentem com esta nova realidade?

Um beijinho,

Mamã da Nônô

Regresso à escola em tempos de Covid´19

A importância do distanciamento social

Share:
Ivânia Rodrigues
Written by Ivânia Rodrigues
Nasci em Faro numa tarde de Outono, em Outubro de 1990. Rapariga de boas notas e sempre certinha na escola, fui até à universidade onde estudei psicologia.