Caça aos Ovos

Este ano a Páscoa foi inevitavelmente diferente. Para contornar ao máximo essa diferença, tentámos fazer as coisas o mais normais possíveis. Para isso, fizemos a caça aos ovos que já tínhamos feito o ano passado.

A Leonor assim que acordou deparou-se com bocadinhos de cenoura no chão do quarto dela, que o malandreco do coelho deixou para trás. Vestimos a pequenina e ela agarrou numa cestinha de verga e foi à procura dos ovinhos que estavam espalhados por todo o sítio.

Para facilitar a caça aos ovos, deixámos rastos de cenoura por todo o lado, havia ovos nos vasos das flores, na hortinha da Leonor, dentro da casa de bonecas, até debaixo da almofada na cama. “Mamã o coelhinho foi mesmo perspicaz, não me acordou quando colocou ali o ovo”.

Caça aos ovos feita… chegou a parte em que tínhamos de lhe explicar que todos aqueles ovos de chocolate, tinham de durar muitos dias. Tivemos que explicar que  era muito chocolate para ela comer de uma só vez. E tal como ela diz, “claro mamã, então não os posso comer já todos, senão fico com dor de barriga e o chocolate faz mal aos meus dentes!”

Por aí também explicam aos vossos pequeninos a importância de não comer os chocolates todos de uma vez? E eles, conseguem perceber? Aqui o que nos facilitou imenso todo este processo para a Leonor assimilar o quão mal lhe faziam os chocolates / doces, foi a forma de como ela interiorizou a Roda dos Alimentos.

Em breve vou fazer um post, de como podem abordar a roda dos alimentos de uma forma super apelativa aos vossos pequenos.

Feliz Páscoa, um beijinho

Mamã da Nônô

 

Share:
Ivânia Rodrigues
Written by Ivânia Rodrigues
Nasci em Faro numa tarde de Outono, em Outubro de 1990. Rapariga de boas notas e sempre certinha na escola, fui até à universidade onde estudei psicologia.