Acordámos ainda de noite. Eram 05h15, eu e o Artur despachámo-nos primeiro, só depois acordámos a Leonor.
Tentei acordá-la mas sem sucesso. Assim que lhe disse acorda Nônô, o avião assim vai embora sem nós, a miúda deu um salto da cama às gargalhadas. Todos prontinhos, juntamente com a Tia Susana e o Tia Carlos, fizemo-nos à estrada até Sevilha.
Para ela, entrar no aeroporto foi como entrar num mundo mágico, estava rendida, acho que nunca a tinha visto tão eufórica. Cooperou em tudo o que lhe pedimos. Quando chegámos à sala de embarque, em que já conseguíamos ver a pista, foi a correr até ao vidro a dizer, “aquele mamã, aquele azul e branco é o nosso não é?”, respondi prontamente “sim, é amor”.
Chegou então a hora de irmos para o avião, fomos de autocarro até às escadas, a Leonor subiu as escadas ao colo do papá, a cada degrau, uma gargalhada, sentamo-nos nos lugares e durante o tempo de espera até à descolagem, a tia e o pai foram explicando tudo o que se ia passar, porque tínhamos receio que se assustasse com o barulho dos motores.
Assim que o avião levantou, ouvimos um “que fixeeee, estamos a voaaaaar”.
Foi mais uma experiência super gira que lhe conseguimos proporcionar.

Ao longo dos próximos dias, estejam atentos, vou tentar ir publicando sobre a nossa estadia por Marrocos.

Um beijinho,
Mamã da Nônô

 

 

Share:
Written by Mamã da Nôno
Nasci em Faro numa tarde de Outono, em Outubro de 1990. Cresci numa época em que era comum saltar á corda e ao elástico, ver o batatoon e o Doraemon. Estar na moda era usar calças á boca de sino, ter um discman e um Nokia 3310. Rapariga de boas notas e sempre certinha na escola, fui até á universidade onde estudei psicologia. Adepta ferrenha do Benfica e do Farense, ex praticante de ginástica acrobática, gulosa, extrovertida e apaixonada pela vida. Sempre muito senhora do meu nariz, e depois de alguns amores e desamores naturais da idade, cedo me juntei com o pai da minha filha (O Artur, de quem muito irão ouvir falar), e ainda com 24 anos engravidei. Foi num fantástico dia de sol em Setembro de 2015, que nasceu a minha mais que tudo, a razão deste blog, a pequena Leonor. O Blog 'Mamã da Nônô' surgiu em Março de 2016, quando decidi fazer uma espécie de diário online para que a Leonor um dia tivesse muito para ler sobre nós. Hoje, para além de um simples diário online, é um projecto pessoal ao qual dedico todo o tempo que posso. Sejam bem vindos ao nosso mundo.